Blog entry by Beitech .

Anyone in the world

Como reduzir custos no seu negócio com treinamento EAD

Atingir diversos colaboradores, seguir tendências e investir em educação corporativa, mesmo em modelos de home office e distância física do trabalho é importante para resultados ainda mais expressivos nos times e o EAD tem sido um grande aliado nesse momento.

O EAD é uma modalidade de ensino cada vez mais presente dentro das grandes organizações e tem levado boas vantagens para os negócios, desde estratégicos até financeiros.

Olhar para essa forma de ensino é essencial, afinal, é preciso capacitar e desenvolver colaboradores a todo tempo. 

Mas afinal, o que é o EAD?

Muitos associam o EAD apenas a formas online e tecnológicas, mas é importante citar que o EAD não é assim uma novidade e já ocorria antes mesmo das revoluções e tendências da tecnologia.

Em um passado assim não tão distante as pessoas utilizam apostilas guiadas, livros e CDs ou acompanhavam programas de televisão para o aprendizado e isso já era sobre o EAD.

Sendo assim, a educação a distância é um modelo que visa quebrar barreiras do ensino, podendo o aluno desenhar melhor a sua jornada de aprendizagem de acordo com suas disponibilidades e necessidades.

Com o avanço da tecnologia, o EAD passa a ser cada vez mais moderno, deixando as apostilas e CDs para trás, dando espaço às plataformas de aprendizagem. É comum que nelas sejam realizadas as aulas, ou seja, essa é uma sala de aula virtual em que conteúdos são disponibilizados e alunos e professores podem interagir sobre os temas abordados.

Com a ajuda dessas plataformas, o ensino passa também a ser mais interativo e engajador, não se limitando a aulas e imitações de sala de aula, mas dando vez para tendências, metodologias ativas e diversos modelos de ensino.

Treinamento online x Treinamento presencial

O treinamento presencial e formal é prática comum dentro das empresas e pode ocorrer também em diversos formatos, com utilização de diversas metodologias e objetivos de ensino.

Para a realização desse tipo de ensino é preciso maior organização em relação a agenda, afinal, todos os colaboradores precisam estar disponíveis nos dias e horários previstos, necessitando pausar suas atividades em seus postos. Mais do que isso, é preciso também planejamento em relação a salas, materiais, dinâmicas, entre outros.

É evidente que esse tipo de treinamento é muito importante e dá muitos resultados pois ele conta com a presença de grupos, incentiva trocas e trabalha com prática. E, mais do que isso, nem todos os treinamentos podem ser realizados a distância, certo?

Imagine por exemplo, um treinamento de segurança, em que existam dinâmicas sobre incêndio, primeiros socorros e procedimentos que devem ser tomados na empresa. Evidentemente, é importante que eles sejam realizados de forma presencial para que todos entendam de fato o funcionamento e procedimento, não é mesmo?

Mas nem sempre é viável reunir todas as pessoas de um setor para novos aprendizados e é justamente por isso que o EAD ganha força dentro das organizações, afinal, muitos são os treinamentos ligados a áreas do conhecimento e práticas de rotina de trabalho que podem ser feitos de forma individual por cada colaborador.

É importante ressaltar que dentro do EAD duas modalidades podem ser utilizadas: o elearning e o blended learning. O elearning é o ensino exclusivamente a distância que utiliza recursos tecnológicos, lúdicos, interativos e audiovisuais para promover o aprendizado.

Essa forma de ensino é um modelo que tem a internet como base para seu funcionamento e pode utilizar diversas metodologias de ensino em sua composição. Como no EAD, esse tipo de aprendizagem pode ser síncrono ou assíncrono.

No modelo síncrono, a grande característica é ser simultâneo, ou seja, o aluno acompanha conteúdos em tempo real, por meio de conferências e aulas ao vivo e tira suas dúvidas enquanto acontecem as exposições. Aqui, a integração é um ponto essencial pois, mesmo a distância, aluno e professor têm contato direto.

Já no modelo assíncrono, a troca de informações pode ocorrer a qualquer momento, ou seja, trata-se de conteúdos e aulas gravadas e disponibilizadas para que o aluno assista em qualquer momento. Por aqui, a comunicação tende a acontecer através de fóruns de discussões.

Por outro lado, o blended learning é um misto de educação a distância com presencial. Nesse modelo de aprendizagem existem conteúdos nas plataformas de aprendizagem e encontros presenciais para discussões, avaliações e trocas entre os alunos.

O ensino híbrido, como também chamado o blended learning, busca unir o melhor dos dois mundos, o presencial e a distância, para que os resultados com treinamento e desenvolvimento sejam ainda mais visíveis dentro das organizações.

Bom, então quais os benefícios do EAD?

Além do aspecto financeiro, que é de extrema importância, vamos mostrar outros benefícios que essa modalidade leva para as empresas. 

. Leva o conhecimento a todos

Com o rompimento da barreira física, todos os seus colaboradores passam a ter conhecimento disponível de forma democratizada. Com o EAD é possível incluir todos os setores, níveis do organograma e locais de trabalho e alinhar pessoas no conhecimento necessário para a organização.

Para empresas menores isso talvez não faça tanta diferença, mas em grandes organizações, com várias unidades espalhadas é quase impossível reunir todos os times presencialmente. Com o EAD há nivelamento e mesmo conteúdo para todos.

Mais do que isso, sem a barreira física, os alunos ganham mais controle em sua jornada de conhecimento e podem seguir em sua trilha quando, onde e como desejarem e encontrarem necessidades dentro de suas atividades.

Isso evita com que pessoas assistam treinamentos que não cabem tão bem em seu setor ou que saiam de atividades importantes para participar de dinâmicas presenciais. Dessa forma, a gestão de conhecimento passa a ser vista como ainda mais essencial no negócio e atinge todos os níveis da organização.

. Reduz custos

Reduzir custos é essencial e melhor ainda quando isso é feito sem perder qualidade. Ao investir em treinamentos a distância, seu ensino não perde nada em eficiência e, mais do que isso, atinge mais pessoas com menores investimentos.

Para os treinamentos presenciais, grandes são os investimentos com diversos pontos como aluguel de salas, impressões e compras de materiais, coffee breaks e alimentação, transporte de profissionais, caso o treinamento seja fora da empresa, hospedagem e transporte de palestrantes, entre outros muitos gastos variáveis a cada treinamento.

Vale lembrar que todos esses investimentos atingem apenas alguns colaboradores, afinal, os treinamentos são feitos para poucos, não é mesmo? Sendo assim, há um investimento contínuo em educação para que o maior número de pessoas entre no fluxo de educação.

Com os treinamentos a distância, sua empresa basicamente precisa apenas de uma plataforma de aprendizagem e investimento na criação de conteúdos e materiais. Dessa forma, em apenas um lugar seu negócio pode atingir a todos, independente se há 10 ou 20.000 colaboradores.

. Engaja e motiva as pessoas

Investir em educação é uma forma de valorizar os colaboradores e incentivar o seu crescimento e isso, sem dúvida, é um grande diferencial dentro das empresas.

Mais do que apenas salários e benefícios, as pessoas se preocupam e buscam cada vez mais por ações, planos e valorização da carreira e do indivíduo.

Ao ter plataformas e locais possíveis para o aprendizado, o colaborador se sente valorizado e importante em sua função, fazendo com que seu engajamento e motivação aumentem, resultando também em produtividade.

Vale lembrar que treinamentos presenciais não ocorrem toda semana ou mês, certo? Com o EAD, os conteúdos estão sempre disponíveis, facilitando a atualização e gerenciamento do conhecimento, fazendo com que o funcionário esteja em constante desenvolvimento.

. Cria equipes multidisciplinares

Nos treinamentos a distância é possível investir nas mais diferentes competências e habilidades ao longo da jornada e isso faz com que ferramentas, aspectos técnicos e comportamentais sejam abordados.

Ao ter mais opções de conteúdos e possibilidades, os times passam a se desenvolverem em diferentes vertentes, tornando as equipes cada vez mais eficientes e multidisciplinares.

Mesmo que o EAD pareça afastar pessoas, com a possibilidade de aprendizagem a tendência é que os funcionários troquem ainda mais suas experiências e, mesmo sem a proximidade física, envolvem-se na troca de conhecimento e aprendizagem.

. Fornece indicadores e possibilidades de análises para a gestão

Muitos gestores e RH sentem grande dificuldade em reunir métricas e indicadores em treinamentos presenciais e o EAD facilita essa questão. Ao contar com plataformas de aprendizagem é grande o acompanhamento das ações dos colaboradores, tornando mais prático a reunião de indicadores importantes para o acompanhamento da evolução.

Por tudo estar online, é possível observar sobre o aprendizado individual e em grupo e traçar estratégias com bases em dados reais e não apenas suposições.

. Possibilita o uso de diversas metodologias

Diferente do que muitos pensam, o EAD não é apenas a mudança da sala de aula para um meio online e ele pode contar com muitas ferramentas e metodologias para sua evolução e ensino.

Muitas são as tendências do mercado para educação corporativa e elas são perfeitamente viáveis para implementação no EAD, aumentando ainda mais engajamento e resultados.

  * Gamificação

A gamificação, ou gamification, é uma grande tendência do EAD que tem se tornado cada vez mais popular dentro do ensino a distância. Essa metodologia utiliza técnicas de jogos e elementos lúdicos para criar ainda mais pertencimento e engajamento dos colaboradores com a ação do aprendizado.

Com a ajuda de rankings, pontuações, desafios e competições, a gamificação faz com que o cenário real possa ser reproduzido em um ambiente virtual para que o colaborador aprenda e treina antes de ir para a prática.

Mais do que isso, com a ajuda dos jogos é possível focar em desenvolvimento de diferentes capacidades e competências importantes para o negócio como liderança, trabalho em equipe, comunicação, cooperação, entre outros.

  * Microlearning

Outra técnica importante dentro do EAD é o microlearning. A metodologia serve como “pílulas do conhecimento”, dividindo a informação em pequenas partes para que possam ser rapidamente consultados, aprendidas e se torne suporte para o desempenho do colaborador.

Dessa forma, ao invés de precisar acompanhar um conteúdo de várias horas para extrair algumas informações, o microlearning foca em conteúdos rápidos e direcionados, seja de vídeo, imagem, infográfico ou qualquer outro tipo de informação para guiar o colaborador.

Essa metodologia dá muitos resultados na rotina do trabalho e dificilmente seria utilizada em treinamentos presenciais, de forma contínua, não é mesmo?

Mas, o EAD é eficiente?

Com a implementação dessa metodologia, um grande mito se criou sobre ela sobre a diminuição ou perda de qualidade comparada aos treinamentos presenciais.

É essencial dizer que o EAD faz com que o colaborador esteja no centro de sua jornada, dando autonomia para aprendizagem e se adaptando para os mais diferentes perfis. Diferente de uma sala de aula, cada um pode ter sua própria jornada e caminhar da forma mais adequada e interessante para suas necessidades.

E mesmo que a distância, o EAD também incentiva e fortalece a troca de conteúdos, interações, dúvidas e resoluções de problemas, portanto, mesmo que esteja no centro, o aluno não está de fato sozinho em seu aprendizado.

Com a união de metodologias diferentes e acompanhamento de indicadores e resultados, é possível entender melhor o que dá certo ou não e criar estratégias que de fato tenham a ver com seu perfil de público interno.

Dessa forma, as pessoas entendem e percebem que o conteúdo e a educação corporativa está sendo produzida para seu cenário e o ensino deixa de ser um momento chato de sala de aula, passando a ser motivador em cada passo da trajetória.